Biden determina fim da emergência nacional na fronteira dos EUA com o México

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, determinou o fim da emergência nacional na fronteira EUA-México. Em carta aos presidentes da Câmara e do Senado norte-americano, publicada no site oficial da Casa Branca, Biden afirmou que a situação era "injustificada"

Joe Biden
Joe Biden (Foto: Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Agência Sputnik - A emergência nacional foi declarada pelo ex-presidente Donald Trump, em 2019, para alocar fundos para a construção de um muro na fronteira sul dos Estados Unidos.

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, determinou o fim da emergência nacional na fronteira EUA-México. Em carta aos presidentes da Câmara e do Senado norte-americano, publicada no site oficial da Casa Branca, Biden afirmou que a situação era "injustificada".

"Venho por meio deste relatório ao Congresso que a emergência nacional declarada pela Proclamação 9844, e continuou em 13 de fevereiro de 2020 e 15 de janeiro de 2021, está encerrada e que as autoridades invocadas nessa proclamação não serão mais usadas para construir um muro a fronteira sul ", diz a carta.

Seu antecessor, Donald Trump, declarou a emergência nacional na fronteira sul, em 2019, para alocar fundos para a construção de um muro na fronteira. Poucos dias antes de deixar a Casa Branca, o republicano prolongou o estado de emergência até 2022.

Logo em seu primeiro dia na presidência, Biden assinou ordens executivas para encerrar a construção do muro da fronteira EUA-México e anular a chamada "proibição de viagens muçulmanas".

Construir um muro na fronteira EUA-México foi uma das principais promessas de campanha de Trump. O republicano disse, reiteradamente, que o muro ajudaria a conter a imigração ilegal e o tráfico de pessoas e de drogas. O ex-presidente havia garantido que o México financiaria o projeto, o que não ocorreu.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email