Biden sobre Copa: "O Brasil fez um trabalho incrível"

Vice-presidente dos EUA, Joe Biden, elogiou a organização da Copa no Brasil e disse que o país correspondeu às suas expectativas como sede do Mundial; "O Brasil fez um trabalho incrível. Queríamos mostrar o nosso apoio ao país e ao povo brasileiro como sede dos jogos", disse; Biden acompanhou ontem a vitória da seleção americana contra Gana em Natal, acompanhado de uma neta e um sobrinho

Vice-presidente dos EUA, Joe Biden, elogiou a organização da Copa no Brasil e disse que o país correspondeu às suas expectativas como sede do Mundial; "O Brasil fez um trabalho incrível. Queríamos mostrar o nosso apoio ao país e ao povo brasileiro como sede dos jogos", disse; Biden acompanhou ontem a vitória da seleção americana contra Gana em Natal, acompanhado de uma neta e um sobrinho
Vice-presidente dos EUA, Joe Biden, elogiou a organização da Copa no Brasil e disse que o país correspondeu às suas expectativas como sede do Mundial; "O Brasil fez um trabalho incrível. Queríamos mostrar o nosso apoio ao país e ao povo brasileiro como sede dos jogos", disse; Biden acompanhou ontem a vitória da seleção americana contra Gana em Natal, acompanhado de uma neta e um sobrinho (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News

Carolina Sarres – Repórter da Agência Brasil

O vice-presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, elogiou hoje (17) a organização da Copa no Brasil e disse que o país correspondeu às suas expectativas como sede do Mundial de Futebol. Biden assistiu ontem (16) ao jogo de estreia da seleção americana na competição. Os Estados Unidos venceram Gana, por 2 a 1, em partida disputada na Arena das Dunas, em Natal.

"O Brasil fez um trabalho incrível. Queríamos mostrar o nosso apoio ao país e ao povo brasileiro como sede dos jogos", disse o vice-presidente, que acompanhou o jogo com uma neta e um sobrinho.

Biden agradeceu a hospitalidade dos brasileiros, da presidenta Dilma e do vice-presidente Michel Temer, que o recebeu nesta manhã no Palácio do Jaburu. Em declaração à imprensa nesta tarde, o vice-presidente americano anunciou um programa de colaboração do governo dos Estados Unidos com a Comissão da Verdade brasileira.

PUBLICIDADE

Ele entregou hoje ao governo do Brasil documentos norte-americanos classificados referentes ao período militar (1964-1985). Segundo Biden, espera-se que, compreendendo melhor o passado, possa haver mais mais tranquilidade em relação ao futuro.

O vice-presidente falou ainda do estreitamento das relações bilaterais entre os Estados Unidos e o Brasil, ressaltando o volume do comércio entre as nações e os investimentos diretos norte-americanos, que chegam a US$ 80 bilhões.

"Somos duas grandes democracias com um povo empreendedor. Temos uma clara convergência de valores com o Brasil e nenhum óbvio conflito de interesses. Temos um grande potencial para fortalecer as relações, e isso foi refletido na nossa conversa de hoje", disse, referindo-se a assuntos tratados com a presidenta Dilma Rousseff.

PUBLICIDADE

Sobre assuntos globais, Biden informou que Dilma e ele conversaram sobre segurança na internet, a situação do Iraque e da Venezuela.

"O céu é o limite para o que podemos alcançar juntos. Podemos trazer benefícios imensos para ambos os nossos povos, para todo o hemisfério e o mundo nas próximas décadas", afirmou o vice-presidente emericano.

Ele voltou a falar sobre os casos de espionagem da Agência de Segurança Nacional (NSA) dos Estados Unidos, que já havia mencionado na manhã de hoje, quando disse que confia no restabelecimento das relações com o Brasil após as denúncias de que governantes de vários países foram alvo de escuta dos norte-americanos. "Eu sei que esse assunto é de grande importância para as pessoas aqui, e é de grande importância para nós também. Dilma e eu tivemos uma conversa sincera sobre isso", destacou Biden.

PUBLICIDADE

Sobre o Iraque, Biden informou que os Estados Unidos estão trabalhando para apoiar o governo iraquiano e que as autoridades americanas estão em contato com os líderes do país. Segundo ele, os Estados Unidos esperam que o novo governo do Iraque, cujas eleições foram reconhecidas pela Corte Suprema do país ontem, garanta que todas as vozes do povo sejam ouvidas, dando fim a embates sectários.

Biden lamentou as enchentes nos estados de Santa Catarina e do Paraná, para onde a presidenta Dilma Roussef seguiu viagem após o encontro com o norte-americano, e disse que suas preces estão com as pessoas afetadas.

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email