Caso com funcionária foi determinante para saída de Bill Gates da Microsoft

Relacionamento entre Bill Gates e uma funcionária está sendo investigado pelo Conselho de Administração da Microsoft, que decidiu afastar o cofundador da empresa. O caso era mantido em sigilo há 20 anos

Bill Gates é afastado da Microsoft
Bill Gates é afastado da Microsoft (Foto: Denis Balibouse/Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247- Depois de anunciar o fim de um relacionamento de 27 anos com a esposa, Mellinda Gates, no início do mês, o bilionário Bill Gates se envolveu em mais uma polêmica de relacionamento, desta vez um extraconjugal que mantinha há 20 anos com uma funcionária da Microsoft e que lhe rendeu o afastamento da Microsoft. 

Segundo reportagem do jornal Folha de S. Paulo, o conselho de administração da empresa decidiu que Gates deveria deixar o colegiado em 2020 enquanto investigavam um relacionamento dele com uma engenheira de software.

Uma empresa de advocacia foi contratada para investigar o caso, considerado impróprio pelo conselho. Apesar de ter sido afastado das atividades no domingo (16), Gates já havia solicitado renúncia do conselho em março de 2020, com a justificativa, à época, que pretendia se concentrar nas suas atividades filantrópicas. No entanto, a assessoria de Gates descarta que o afastamento esteja ligado ao caso. 

Inscreva-se no canal de cortes da TV 247 e assista:

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email