CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Blinken diz que suspensão de cooperação feita pela China 'não pune os EUA, mas sim o mundo'

O secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken, acusou a China de "medidas irresponsáveis" ao interromper os principais canais de comunicação com Washington

Antony Blinken, secretário de Estado
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Autoridade estadunidense acredita que medida tomada por Pequim ontem (5) afetará todo o mundo, principalmente os países em desenvolvimento. Ao mesmo tempo, destacou que Washington manterá o canal de comunicação com os chineses aberto.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Neste sábado (6), o secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken, acusou a China de "medidas irresponsáveis" ao interromper os principais canais de comunicação com Washington.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Na visão do país norte-americano, as decisões de Pequim tomadas ontem (5) de interromper processos bilaterais em oito áreas-chave, incluindo defesa, narcóticos, crime transnacional e mudança climática, são medidas que puniriam o mundo, não apenas os Estados Unidos, relata a Reuters.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DAS RECOMENDAÇÕES

"Suspender a cooperação climática não pune os Estados Unidos, pune o mundo, particularmente o mundo em desenvolvimento. Não devemos manter a cooperação refém em assuntos de interesse global por causa das diferenças entre nossos dois países. [...] Isso inclui vários canais militares para militares, que são vitais para evitar falhas de comunicação e evitar crises", afirmou Blinken na capital filipina Manila.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A autoridade estadunidense ainda declarou que transmitiu ao ministro das Relações Exteriores da China, Wang Yi, em uma reunião regional no Camboja, que os Estados Unidos estavam determinados a manter os canais de comunicação funcionando para evitar erros de cálculo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

"Deixe-me ser claro, os Estados Unidos não acreditam que seja do interesse de Taiwan, da região ou de nossa própria segurança nacional escalar a situação. Manteremos nossos canais de comunicação com a China abertos, com a intenção de evitar uma escalada devido a mal-entendidos ou falta de comunicação", declarou.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Para diplomacia norte-americana "manter o diálogo é indiscutivelmente ainda mais importante quando estamos em um período de tensões elevadas [...]. Procuramos diminuir essas tensões. E achamos que o diálogo é um elemento muito importante disso", complementou Blinken.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE