Bolsonaro chama reunião de emergência para apoiar golpe na Venezuela

Presidente Jair Bolsonaro fará uma reunião sobre a situação na Venezuela, onde o autoproclamado presidente, Juan Guaidó, disse ter obtido apoio de militares para depor o presidente Nicolás Maduro, enquanto confrontos aconteciam perto de uma base aérea onde Guaidó estava; de acordo com o vice-presidente, Hamilton Mourão, participarão da reunião representantes do Gabinete de Segurança Institucional, Ministério da Defesa e do Ministério das Relações Exteriores

Bolsonaro chama reunião de emergência para apoiar golpe na Venezuela
Bolsonaro chama reunião de emergência para apoiar golpe na Venezuela
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Reuters - O presidente Jair Bolsonaro fará uma reunião sobre a situação na Venezuela, onde o líder da oposição, Juan Guaidó, disse ter obtido apoio de militares para depor o presidente Nicolás Maduro, enquanto confrontos aconteciam perto de uma base aérea onde Guaidó estava.

De acordo com o vice-presidente, Hamilton Mourão, participarão da reunião com Bolsonaro o Gabinete de Segurança Institucional, o Ministério da Defesa, o Ministério das Relações Exteriores, além do vice-presidente.

Por Eduardo Simões

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247