Bolsonaro diz que irá jantar com Trump em Nova York

Em declaração a jornalistas, Jair Bolsonaro afirmou que terá um encontro privado com o presidente dos Estados e que seu discurso já está pronto, esperando apenas os "polimentos finais". Ele diz que falará de "soberania", "patriotismo" e que não vai "fulanizar", nem "apontar o dedo para nenhum chefe de Estado"

Jair Bolsonaro e Donald Trump
Jair Bolsonaro e Donald Trump (Foto: Alan Santos / PR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Em sua viagem a Nova York, onde participará da Assembleia Geral das Nações Unidas, Jair Bolsonaro disse que irá jantar com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. A informação foi divulgada por ele nesta sexta-feira 22 em declaração a jornalistas na saída do Palácio do Planalto.

Bolsonaro afirmou também que seu discurso já está pronto, esperando apenas os "polimentos finais". Ele diz que falará de "soberania", "patriotismo" e que não vai "fulanizar", nem "apontar o dedo para nenhum chefe de Estado".

"Temos que falar do nosso patriotismo, da questão da soberania, do que o Brasil representa e sempre foi para o mundo. É um país que o povo é bem recebido em qualquer lugar. Aqui também a formação é de gente do mundo todo. Não vamos fulanizar, apontar o dedo para nenhum chefe de Estado", declarou.

"A ideia é fazer um pronunciamento falando de quem nós somos, nossas potencialidades, o que mudou no Brasil. Não tem mais aquela questão ideológica e estamos nos aproximando do mundo todo", acrescentou.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247