“Bolsonaro não é mais um perigo regional, e sim global”, diz ex-presidente da Colômbia

ex-presidente da Colômbia Ernesto Samper fez duras críticas a Jair Bolsonaro em relação à devastação da Floresta Amazônia. "Em seu esforço piromaníaco, está acabando com as instituições de meio ambiente no Brasil e debilitando os grupos que se opõem a seus projetos ecocidas. Conclusão: Bolsonaro não é mais apenas um perigo regional – é um perigo global", disse Samper

247 - O ex-presidente da Colômbia Ernesto Samper fez duras críticas a Jair Bolsonaro em relação à devastação da Floresta Amazônia. 

"Bolsonaro não mentiu em relação ao incêndios na Amazônia: desde a campanha dizia que queria derrubar as florestas e queria abrir a mata para a agricultura comercial", disse Samper pelo Twitter. 

"Em seu esforço piromaníaco, está acabando com as instituições de meio ambiente no Brasil e debilitando os grupos que se opõem a seus projetos ecocidas. Conclusão: Bolsonaro não é mais apenas um perigo regional – é um perigo global", acrescentou. 

Nesse fim de semana, Ernesto Samper e outros líderes progressistas como Fernando Haddad, Celso Amorim, Rafael Correa, José Luis Zapatero, Cuauhtémoc Cárdenas, Carol Proner, denunciaram o "brutal retrocesso ambiental" que se observa no Brasil com a chegada de Jair Bolsonaro ao poder. 

"Bolsonaro não está apenas colocando fogo na Amazônia, está queimando a soberania do Brasil, a soberania dos demais países da Bacia Amazônica e o futuro de toda a humanidade", diz o manifesto (leia mais no Brasil 247).

Conheça a TV 247

Mais de Mundo

Ao vivo na TV 247 Youtube 247