'Brasil devia ver Biden como uma oportunidade', diz Rubens Ricupero

Para o diplomata, o governo Bolsonaro deveria entender a ascensão de Biden “não como ameaça, mas como oportunidade. (...) Os EUA, maior potência do mundo, estão mudando. Não seria hora de repensarmos o que estamos fazendo na Amazônia, no Meio Ambiente?”

Rubens Ricupero
Rubens Ricupero
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O diplomata e ex-ministro Rubens Ricupero espanta-se com “a falta o reconhecimento formal de Trump de que perdeu” do governo brasileiro e adverte Bolsonaro: o governo Bolsonaro deveria entender a ascensão de Biden “não como ameaça, mas como oportunidade. (...) Os EUA, maior potência do mundo, estão mudando. Não seria hora de repensarmos o que estamos fazendo na Amazônia, no Meio Ambiente?”.Em entrevista à jornalista Sonia Racy, publicada por O Estado de S.Paulo, Ricupero avalia o perfil de Trump no processo eleitoral dos EUA: “Esse tipo de personalidade não aceita a verdade. Me lembra aquele filme alemão sobre os últimos dias de Hitler, que circula no Facebook... Os russos já estão entrando em Berlim e ninguém tem coragem de dizer ao führer que acabou. Mas, voltando aos EUA, os republicanos estão fazendo um jogo de cena com Trump, que vai durar alguns dias mais”.

O diplomata considera Biden “um conciliador” que pode mudar o posicionamento dos EUA nas relações internacionais: “Biden já disse que no seu primeiro dia ele volta ao Acordo de Paris. Vai defender a economia verde, o carbono zero, o combate à pandemia com apoio da ciência. E ainda uma política de igualdade das mulheres e a questão do aborto. Enfim, a política mundial vai ser radicalmente diferente. Alguma coisa vai continuar, como a rivalidade com a China, mas ele já avisou também que, no comércio, não usaria a tarifa unilateral”.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247