Brasil, EUA e Rússia ficam de fora da lista de países que poderão entrar na UE a partir de julho

A chamada "lista segura" inicial de 14 países com os quais voos não essenciais serão permitidos a partir de 1º de julho deixou de fora o Brasil , EUA e Rússia. Países com grandes números de casos relacionados à pandemia do novo coronavírus

Aeroporto de Malpensa, perto de Milão, Itália
Aeroporto de Malpensa, perto de Milão, Itália (Foto: REUTERS/Flavio Lo Scalzo)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Sputnik - Governos da União Europeia concordaram com uma "lista segura" inicial de 14 países com os quais voos não essenciais serão permitidos a partir de 1º de julho. Brasil, EUA e Rússia ficaram de fora da lista.

Os países "seguros" são Argélia, Austrália, Canadá, Geórgia, Japão, Montenegro, Marrocos, Nova Zelândia, Ruanda, Sérvia, Coreia do Sul, Tailândia, Tunísia e Uruguai, afirmou o Conselho Europeu nesta terça-feira (30), citado pela agência Reuters.

A China será incluída se houver reciprocidade, ou seja, se permitir a entrada de viajantes da União Europeia em território chinês.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247