Brasil não terá tratamento diferente na retomada das viagens, diz secretário de Estado dos EUA

De acordo com o secretário de Estado americano, Mike Pompeo, o governo americano está avaliando a reabertura das fronteiras "com base na razão e na ciência, e não na política"

Mike Pompeo
Mike Pompeo (Foto: Nicholas Kamm/Pool / Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O secretário de Estado americano, Mike Pompeo, afirmou em coletiva de imprensa nesta quarta-feira (8) que o Brasil receberá o mesmo tratamento que os outros países na retomada de viagens internacionais. De acordo com o dirigente, o governo americano está avaliando a reabertura das fronteiras "com base na razão e na ciência, e não na política". Os Estados Unidos proibiram a entrada de viajantes vindos do Brasil no dia 26 de maio.

"Sobre quando poderemos retornar as viagens, nosso relacionamento com o Brasil não é diferente do que com outros países. Estamos implementando métricas para determinar quando será apropriado e seguro permitir que a população americana viaje para outros países", disse.

Os EUA ocupam o primeiro lugar no ranking mundial de confirmações (3,1 milhões) e mortes (134 mil) provocadas pelo coronavírus. Em segundo lugar, nas duas estatísticas, está o Brasil, com 1,6 milhão e 67 mil óbitos por Covid-19.

Nesta terça-feira (7), Jair Bolsonaro afirmou estar infectado pela Covid-19. Mesmo assim, ele voltou a subestimar a doença e disse que as pessoas mais jovens não precisam entrar em "pânico"

No dia 22 de junho, Bolsonaro disse que "talvez tenha havido um pouco de exagero" na maneira como a pandemia foi tratada. Chegou a classificá-la como uma "gripezinha", em março, e perguntou "e daí?" ao ser questionado sobre os cinco mil mortos pela doença, em abril.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email