Brasileira é encontrada morta em sua casa na Flórida

Principal suspeito de ter matado Jorgete Acarie é seu ex-namorado, que havia ameaçado a massagista de morte após o término do relacionamento

Brasileira é encontrada morta em sua casa na Flórida
Brasileira é encontrada morta em sua casa na Flórida (Foto: Reprodução)

247 – A massoterapeuta brasileira Jorgete Acarie, de 43 anos, foi encontrada morta em sua casa na Flórida, nos Estados Unidos, no último domingo 26. Seu ex-namorado, o pedreiro Kristofer Gould, 34, é suspeito de ter cometido o crime. O jornal Orlando Sentinel, que divulgou a notícia, não informou de que forma ela foi morta.

Jorgete chamou o 911 no último dia 20 para denunciar o ex-namorado, que estava na porta de sua casa por volta de 1h30 gritando e pedindo para entrar. Como ela não o atendeu, ele quebrou a janela do banheiro com um tijolo. Ela voltou a ligar relatando que ele havia ido embora em um Nissan preto.

Os policiais chegaram a ir até a casa de Gould, mas ele não atendeu. Um mandado de prisão foi emitido no dia 24. Jorgete foi assassinada dois dias depois. O filho da brasileira, de dois anos, estava na residência no momento do crime, mas não sofreu nenhum ferimento. Ele está sob custódia do Departamento de Crianças e Famílias da Flórida.

O relacionamento do casal começou em janeiro de 2009 e teve fim em janeiro de 2011. Após o término, Jorgete foi ameaçada de morte pelo ex-namorado e pediu proteção ao Estado, que não concedeu. Ela voltou a pedir proteção à Justiça americana até que o ex-namorado foi preso em 2011, saindo em seguida sob fiança. Novamente em 2012, Gould foi mantido em prisão domiciliar e ganhou a liberdade condicional em abril desse ano. O caso continua sendo investigado pela polícia da Flórida. Até o momento, Gould não foi localizado.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247