British Airways é multada em mais de R$ 876 milhões por roubo de dados de passageiros

A IAG, proprietária da British Airways, recebeu uma multa recorde de US$ 230 milhões de dólares pelo roubo de dados de 500 mil clientes em seu site no ano passado, sob rígidas novas regras de proteção de dados, fiscalizadas pelo Gabinete do Comiss

(Foto: Reuters)

247 - A IAG, proprietária da British Airways, recebeu uma multa recorde de US$ 230 milhões de dólares pelo roubo de dados de 500 mil clientes em seu site no ano passado, sob rígidas novas regras de proteção de dados, fiscalizadas pelo Gabinete do Comiss. 

O ICO propôs uma multa de 183,4 milhões de libras, ou 1,5% do faturamento mundial da British Airways em 2017, pelo ataque sofrido, que, segundo a empresa, expôs a falta de segurança na companhia aérea. A British Airways indicou que planejava apelar contra a multa, que é produto das regras europeias de proteção de dados (GDPR) que entraram em vigor em 2018.

 Elas permitem que as autoridades reguladoras apliquem multas às empresas de até 4% de seu faturamento global por falhas de proteção de dados. O ataque envolveu o tráfego do site da British Airways sendo desviado para um site falso, onde detalhes do cliente, como login, cartão de pagamento e detalhes de reservas de viagens, bem como nomes e endereços, foram colhidos, informou a ICO.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247