Caminhão-bomba explode e mata dezenas na Síria

Explosão de um caminhão-bomba reivindicada pelo Estado Islâmico deixou quase 50 mortos e dezenas de feridos na cidade síria de Qamishli, no nordeste do país; ao menos 31 morreram e outras 170 teriam ficado feridas no ataque

Explosão de um caminhão-bomba reivindicada pelo Estado Islâmico deixou quase 50 mortos e dezenas de feridos na cidade síria de Qamishli, no nordeste do país; ao menos 31 morreram e outras 170 teriam ficado feridas no ataque
Explosão de um caminhão-bomba reivindicada pelo Estado Islâmico deixou quase 50 mortos e dezenas de feridos na cidade síria de Qamishli, no nordeste do país; ao menos 31 morreram e outras 170 teriam ficado feridas no ataque (Foto: Paulo Emílio)

Reuters - A explosão de um caminhão-bomba reivindicada pelo Estado Islâmico deixou quase 50 mortos e dezenas de feridos na cidade síria de Qamishli, no nordeste do país, nesta quarta-feira, matando ao menos 31 pessoas e ferindo outras 170, de acordo com a TV estatal e um grupo de monitoramento da violência.

O Observatório Sírio para Direitos Humanos, sediado na Grã-Bretanha, disse que a explosão foi a pior na cidade nos últimos anos. Segundo o grupo monitor, a explosão ocorreu em um área próxima ao quartel-general das forças de segurança curdas que controlam a maior parte da província de Hasaka, onde fica Qamishli.

A explosão foi tão forte que destruiu janelas de lojas na cidade turca de Nusaybin, na fronteira com a região de Qamishli. Duas pessoas ficaram levemente feridas em Nusaybin, disse uma testemunha.

O Estado Islâmico reivindicou o ataque, dizendo que tinha como alvo forças de segurança curdas.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247