Catalunha declara independência da Espanha

O Parlamento catalão proclamou nesta sexta-feira (27), por meio de uma sessão plenária no Parlamento de Barcelona, a independência da região autônoma do resto da Espanha; resolução unilateral foi apresentada pela maioria independentista, um desafio inédito na história da democracia espanhola; "Começa a sessão", declarou a presidente da Câmara, Carme Forcadell; Senado espanhol está reunido em Madri em sessão extraordinária nesta sexta-feira, a pedido do governo de Mariano Rajoy, para suspender o autogoverno catalão, pela primeira vez em quatro décadas

Pessoas erguem bandeiras da Catalunha durante manifestação pela independência em Barcelona.  19/10/2014. REUTERS/Albert Gea
Pessoas erguem bandeiras da Catalunha durante manifestação pela independência em Barcelona. 19/10/2014. REUTERS/Albert Gea (Foto: Aquiles Lins)

Rádio França Internacional - O Parlamento catalão proclamou nesta sexta-feira (27), por meio de uma sessão plenária no Parlamento de Barcelona, a independência da região autônoma do resto da Espanha.

A resolução unilateral foi apresentada pela maioria independentista, um desafio inédito na história da democracia espanhola.

"Começa a sessão", declarou a presidente da Câmara, Carme Forcadell. Em seguida, um representante da oposição, Carlos Carrizosa, afirmou que a moção independentista "destrói o mais sagrado: a coexistência".

O Senado espanhol também está reunido em Madri em sessão extraordinária nesta sexta-feira, a pedido do governo de Mariano Rajoy, para suspender o autogoverno catalão, pela primeira vez em quatro décadas.

Dezenas de milhares de manifestantes separatistas saudaram a declaração de independência do lado de fora do Parlamento catalão, com gritos e aplausos.

Reação de Madri

O chefe do governo espanhol, Mariano Rajoy, pediu calma e prometeu "restaurar a legalidade na Catalunha", alguns minutos após a proclamação da independência da região pelo Parlamento de Barcelona.

"Exorto todos os espanhóis a se acalmarem: o estado de direito irá restaurar a legalidade na Catalunha ", escreveu Rajoy no Twitter.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247