Catalunha vai declarar independência da Espanha 'em dias', diz líder

A Catalunha vai declarar independência “em questão de dias”, disse o líder da região, Carles Puigdemont, em decisão que desafiaria Madri e tentaria implementar a diretriz do referendo de independência de domingo, considerado ilegal pelo governo espanhol; Puigdemont afirmou que seu governo “atuaria no final desta semana ou no início da próxima”, de acordo com uma entrevista à BBC nesta terça-feira

Puigdemont concede entrevista em Barcelona 2/10/2017 REUTERS/Albert Gea
Puigdemont concede entrevista em Barcelona 2/10/2017 REUTERS/Albert Gea (Foto: Aquiles Lins)

(Reuters) - A Catalunha vai declarar independência “em questão de dias”, disse o líder da região, Carles Puigdemont, à BBC, em decisão que desafiaria Madri e tentaria implementar a diretriz do referendo de independência de domingo, considerado ilegal pelo governo espanhol.

Puigdemont afirmou que seu governo “atuaria no final desta semana ou no início da próxima”, de acordo com uma entrevista à BBC nesta terça-feira.

Quando perguntado pela BBC o que faria se o governo espanhol interviesse e assumisse o controle do governo da Catalunha, Puigdemont disse que seria “um erro que muda tudo”.

O líder regional abriu a porta para uma declaração unilateral de independência da Espanha no domingo, depois que os eleitores desafiaram uma violenta repressão policial e, de acordo com autoridades regionais, votaram 90 por cento a favor da separação.

O referendo, declarado ilegal pelo governo central da Espanha, jogou o país em sua pior crise constitucional em décadas e suscitou receios de violência nas ruas.

Ao vivo na TV 247 Youtube 247