Chancelaria cubana: 'Novos bloqueios dos EUA em Cuba estão destinados ao fracasso'

"O governo cubano denuncia as novas medidas para apertar o bloqueio, que estão destinadas ao fracasso, como já foi repetidamente demonstrado no passado", disse o comunicado da chancelaria de Havana

governo Cuba
governo Cuba (Foto: Leonardo Attuch)

Da Agência Sputinik

Após o passo atrás tomado pelo presidente dos EUA em relação à política de aproximação com Cuba, a ilha reagiu rejeitando a "retórica hostil" do inquilino da Casa Branca.

O governo cubano lamentou a política de intervenção norte-americana e rejeitou a "retórica hostil" do presidente dos EUA, Donald Trump, contra a ilha.

 
Depois que o presidente resolveu interromper a política de aproximação com Havana promovida por seu antecessor, Barack Obama, o governo cubano se mostrou descontente com as observações de Trump e reiterou seu apelo a um "diálogo respeitoso". 

"O governo cubano denuncia as novas medidas para apertar o bloqueio, que estão destinadas ao fracasso, como já foi repetidamente demonstrado no passado", disse o comunicado da chancelaria.

O Ministério das Relações Exteriores acrescentou que novos métodos não alcançarão seu "propósito de enfraquecer a Revolução ou dobrar o povo cubano".

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247