Chanceler do Irã diz que sanções dos EUA são terrorismo econômico

Numa coletiva de imprensa conjunta com a ministra das Relações Exteriores da Indonésia, Retno Marsudi, em Jacarta, o ministro das Relações Exteriores do Irã, Mohamad Yavad Zarif, descreveu novamente as sanções dos EUA contra seu país como "terrorismo econômico".

Chanceler do Irã, Mohammad Javad Zarif
Chanceler do Irã, Mohammad Javad Zarif (Foto: REUTERS/Carlo Allegri)

HispanTV - o ministro das Relações Exteriores do Irã, Mohamad Yavad Zarif, descreveu novamente as sanções dos EUA contra seu país como "terrorismo econômico".   

Por outro lado, Zarif garantiu que o país persa reverteria sua decisão sobre a redução dos compromissos nucleares, assim que os europeus cumprirem os deles. O objetivo do Irã é salvaguardar o acordo, mas ele não continuará a implementá-lo unilateralmente, acrescentou.  

Conforme explicado pelo diplomata persa, as medidas adotadas pela República Islâmica são contempladas no acordo nuclear e determinadas no contexto do mesmo, assinado em 2015 entre Teerã e o Grupo 5 + 1 - então integrado pelos EUA, o Reino Unido, França, Rússia e China, além da Alemanha.  

Os Estados Unidos se retiraram unilateralmente do acordo no ano passado.    

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247