Chanceler francês a Bolsonaro: diplomacia não é concursos de insultos

Jean-Yves Le Drian, ministro da Relações Exteriores da Franca, classifcou os ataques proferidos por Jair Bolsonaro e membros do governo contra a primeira-dama da França, Brigitte Macron, como "indignos" e disse que diplomacia não é um "concurso de insultos

247 - O ministro de Relações Exteriores da França, Jean-Yves Le Drian rebateu as ofensas de autoridades do governo Jair Bolsonaro, incluindo o próprio, contra a primeira-dama da França, Brigitte Macron, e ainda deu uma lição de diplomacia.

"Minha reação pessoal é que relações internacionais não se administram organizando, qualquer que seja o país, concursos de insultos", afirmou Le Drian.

O ministro ainda que os comentários de autoridades brasileiras sobre Brigitte Macron são “indignos”. “Não confundo os líderes atuais e a realidade do Brasil”, acrescentou.


O chanceler francês esteve no Brasil recentemente para um encontro com Bolsonaro, mas a reunião fopi cancelada para o presidente aparecer cortando o cabelo no horário em que a reunião deveria acontecer.

Depois de Bolsonaro endossar um comentário sexista sobre a primeira-dama francesa em uma rede social, o ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que Brigitte Macron “é feia mesmo” e reforçou o ataque de Bolsonaro. Horas mais tarde, ele se desculpou pelo o que classificou como "brincadeira".

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247