Chávez está em coma induzido, diz jornal

Jornal espanhol ABC informa que presidente venezuelano é mantido vivo graças ao auxílio de aparelhos e que há uma desconexão programada, o que resultaria inevitavelmente em seu falecimento. Segundo o periódico, Hugo Chávez estaria em fase terminal. Nesta terça-feira, o genro do presidente disse que a situação de Chávez é estável. Na véspera da celebração do Ano-Novo, Chávez teria assistido a cerimônia religiosa pela televisão

Chávez está em coma induzido, diz jornal
Chávez está em coma induzido, diz jornal
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A situação do presidente Hugo Chávez, que permanece internado em Havana após passar por cirurgia contra um câncer, pode ser pior do que o governo venezuelano vem divulgando. De acordo com reportagem do jornal espanhol ABC (leia aqui, em espanhol), o presidente venezuelano é mantido vivo graças ao auxílio de aparelhos e que há uma desconexão programada, o que resultaria inevitavelmente em seu falecimento. Segundo o jornal, Hugo Chávez estaria em fase terminal.

O periódico conta que Chávez está com febre constante, sem consciência e sem apresentar resposta aos antibióticos administrados. Ele chegou ao final do ano na UTI sem ingerir nada sólido desde que foi operado, há três semanas. A alimentação do presidente ocorre de forma intravenosa, devido à extração de quase meio metro de intestino, de acordo com as fontes de inteligência com acesso a sua equipe médica. O diário espanhol acrescenta ainda que a biópsia detectou células cancerígenas nas paredes internas do intestino e na bexiga.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email