Chávez: saúde "não será fator determinante" na campanha

"A cada dia sinto-me em melhores condições físicas", disse o presidente venezuelano, que vai tentar a reeleição mais uma vez

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Agência Brasil – O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, disse hoje (9) que seu estado de saúde "não será fator determinante" na campanha para as eleições presidenciais de 7 de outubro, nas quais espera ser reeleito para um novo mandato.

"A cada dia sinto-me em melhores condições físicas. Médicos supostamente muito famosos diziam que eu não chegaria [vivo] a 2012. Dou graças a Deus, à ciência médica e à equipe cubana que me assistiu na doença que me chegou de repente", afirmou.

Hugo Chávez falou durante encontro com jornalistas, no qual destacou que está física e mentalmente pronto para a campanha presidencial, pouco mais de um ano depois de iniciar um tratamento contra câncer.

"Apesar dos maus desejos de algumas pessoas, alguns que diziam que eu não chegaria a 2012, que não poderia formalizar a candidatura, porque, segundo eles, não poderia caminhar. Mas, graças a Deus e à ciência médica, a cada dia sinto-me em melhores condições físicas", disse ele, ressaltando, porém, que já não é "o Chávez de 40 anos".

O presidente venezuelano adiantou que terminou o ciclo de radioterapia há oito semanas e que o tratamento faz efeitos progressivamente. Ele disse que está ansioso para jogar bola.

Chávez, de 57 anos, foi operado em 26 de fevereiro, em Havana, de uma nova "lesão" de 2 centímetros, que, segundo ele, foi detectada no mesmo local onde, em junho do ano passado, fora extraído um tumor com células cancerígenas. Desde então, viajou várias vezes a Cuba, onde, em março, iniciou a radioterapia.

A reincidência do câncer surgiu depois de Hugo Chávez ter reiterado, no final de 2011, que se tinha curado da doença, insistindo na recandidatura à Presidência da República nas eleições previstas para 7 de outubro.Chávez vai disputar a presidência com o governador do estado de Miranda, Henrique Capriles Radonski, candidato da oposição.

Com informações da Agência Lusa

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247