Chávez tem insuficiência respiratória por "severa infecção"

Informação foi dada pelo ministro das Comunicações da Venezuela, Ernesto Villegas, que também denunciou a "guerra psicológica" da mídia sobre o assunto; governo ainda nega condição de coma induzido e diz que presidente voltará ao país "mais cedo do que tarde"

Chávez tem insuficiência respiratória por "severa infecção"
Chávez tem insuficiência respiratória por "severa infecção"
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 com agências internacionais - O ministro das Comunicações da Venezuela, Ernesto Villegas, informou na noite de ontem que o presidente Hugo Chávez sofre de insuficiência respiratória provocada por uma "severa infecção pulmonar".

"Esta infecção derivou em uma insuficiência respiratória que requer do comandante Chávez um estrito cumprimento do tratamento médico", acrescentou. Villegas reiterou a confiança do governo na equipe médica que atende Chávez, "que deu acompanhamento permanente à evolução clínica do paciente e agiu com a mais absoluta rigorosidade perante cada uma das dificuldades apresentadas", disse.

Além disso, denunciou a "guerra psicológica que a mídia transnacional suscitou ao redor da saúde do chefe do Estado com o fim de desestabilizar" a Venezuela e desconhecer a vontade popular expressada nas eleições de 7 de outubro, vencidas por Chávez.

Nesta quinta-feira, o vice-presidente Nicolás Maduro afirmou que Chávez "está consciente de todas as circunstâncias complexas que está vivendo", mas assegurou que o presidente estará outra vez no país "mais cedo do que tarde".

O jornal espanhol ABC afirmou que o líder bolivariano está em coma induzido em Havana. De acordo com a publicação, os médicos já teriam considerado desligar os aparelhos, o que poderia levar o paciente à morte. As autoridades venezuelanas negam a informação.

O caudilho venezuelano está internado em Cuba há mais de vinte dias, desde que foi submetido a uma delicada operação contra um câncer na região pélvica. Foi a quarta intervenção cirúrgica desde que a doença foi diagnosticada em junho do ano passado.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email