Chefe de gabinete de Mike Pence, vice-presidente dos EUA, testa positivo para Covid-19

Marc Short, chefe de gabinete do vice-presidente dos Estados Unidos Mike Pence, testou positivo para o coronavírus neste sábado (24), segundo informações do porta-voz de Pence, Devin O'Malley

Mike Pence, vice-presidente dos EUA
Mike Pence, vice-presidente dos EUA (Foto: REUTERS/Brendan McDermid)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Sputnik – Dois dos principais funcionários do vice-presidente Mike Pence testaram positivo para a COVID-19: o chefe de gabinete Marc Short, e o assessor político Marty Obst.

Marc Short, chefe de gabinete do vice-presidente dos Estados Unidos Mike Pence, testou positivo para o coronavírus neste sábado (24), segundo informações do porta-voz de Pence, Devin O'Malley.

O'Malley afirmou em entrevista na ABC News que tanto Pence quanto sua esposa, Karen Pence, testaram negativo para COVID-19.

"Hoje, Marc Short, chefe de gabinete do vice-presidente, testou positivo para COVID-19, começou a quarentena e auxiliou no processo de rastreamento de contatos", disse o escritório do vice-presidente em um comunicado.

O anúncio aconteceu logo depois que foi relatado que o assessor político do vice-presidente, Marty Obst, também havia contraído a doença.

Pelo menos um funcionário no escritório do VP testou positivo nos últimos dias e vários funcionários estão agora em quarentena, diz minha fonte.

O'Malley afirmou também neste sábado (24) que "em consulta com a Unidade Médica da Casa Branca, o vice-presidente vai manter sua programação de acordo com as diretrizes do CDC [Centros para Controle e Prevenção de Doenças] para pessoal essencial".

Como Marc Short é um "contato próximo", Pence é obrigado, em acordo com as diretrizes do CDC, a usar máscara ao redor das pessoas e ser monitorado de perto para quaisquer sintomas de COVID-19.

Surto na Casa Branca?

Nas últimas semanas, dezenas de funcionários da Casa Branca testaram positivo para o coronavírus após o anúncio do presidente Donald Trump, em 2 de outubro, de que ele e a primeira-dama, Melania Trump, haviam contraído a doença.

Melania Trump anunciou na semana passada que o filho do casal, Barron, 14, havia contraído a COVID-19, mas não exibiu sintomas e, posteriormente, apresentou resultado negativo.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247