China aprova a aplicação emergencial de vacinas contra a Covid-19

A China aprovou o uso emergencial de algumas das vacinas desenvolvidas no país contra a Covid-19, como prevenção a um possível surto da doença no outono e no inverno que se aproximam, informou neste domingo a imprensa local

(Foto: ChinaDaily)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - De acordo com o canal CGTN, Zheng Zhongwei, responsável do governo pelo assunto,  comentou sobre planos que incluem a emissão de cartas de consentimento médico, vigilância de efeitos adversos e indenizações para garantir a aplicação adequada e controlada dos medicamentos.

O processo - indicou a fonte - será realizado com base na legislação nacional e envolverá o uso, em grupos de alto risco, de vacinas candidatas que ainda não concluíram os ensaios clínicos, informa a sucursal da Prensa Latina em Pequim.

Profissionais de saúde e servidores públicos serão os primeiros grupos a receber as vacinas contra a Covid-19. 

Zheng acrescentou há planos para mais tarde expandir a vacinação a outros segmentos da população.

De acordo com a Administração Nacional de Produtos Médicos, a China submete pelo menos oito vacinas candidatas a diferentes estágios de testes para imunização contra o coronavírus.

As estatísticas divulgadas contabilizam mais de 20 mil voluntários vacinados dentro e fora do país, já que existem acordos com nações como Emirados Árabes Unidos, Rússia, Brasil, Chile, Peru, Marrocos, Indonésia, Paquistão e agora Argentina para estudar as vacinas.

O país deu sinal verde às investigações clínicas de outro recombinante, obtido a partir de culturas em células de insetos.

Os testes em animais ofereceram resultados promissores e mostraram efeitos colaterais insignificantes.

Para comprovar sua eficácia em pessoas, espera-se produzir até 100 milhões de doses anuais.

A China acumula 4.717 mortes por Covid-19, 370 pacientes assintomáticos e 90.141 casos confirmados, dos quais 2.402 são em sua maioria chineses que chegaram do exterior.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo APOIA.se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247