China contesta sanções dos EUA contra Irã e defende diálogo

Em resposta à retomada de sanções contra o Irã, o porta-voz da Chancelaria chinesa, Lu Kang, declarou na sexta-feira (10) que a China sempre se opõe às sanções unilaterais e defende que as negociações e o diálogo sejam o caminho correto para a solução de problemas

China contesta sanções dos EUA contra Irã e defende diálogo
China contesta sanções dos EUA contra Irã e defende diálogo
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247, com Rádio China Internacional - Em resposta à retomada de sanções contra o Irã, o porta-voz da Chancelaria chinesa, Lu Kang, declarou na sexta-feira (10) que a China sempre se opõe às sanções unilaterais e defende que as negociações e o diálogo sejam o caminho correto para a solução de problemas.

Em resposta à retomada das sanções ao Irã por parte dos EUA, Lu Kang afirmou que a China já expressou várias vezes a sua posição. A China e o Irã mantêm cooperações comerciais transparentes e normais de longo prazo em economia, energia e outras áreas. As colaborações são legais e razoáveis, não violam as resoluções do Conselho de Segurança e os deveres chineses, nem prejudicam os interesses de outros países e, por isso, devem ser defendidas.

A China deseja que as partes envolvidas, com base nos princípios de igualdade e respeito mútuo, resolvam as divergências através do diálogo e salvaguardem em conjunto a paz e estabilidade regional e mundial.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247