China continua sendo maior detentor de títulos da dívida dos EUA

O valor dos bônus do Tesouro dos EUA possuídos pela China aumentou pelo terceiro mês consecutivo em fevereiro para atingir a soma de US$ 1,131 trilhão, fazendo com que o país permaneça como o maior detentor estrangeiro de títulos do Tesouro dos EUA, segundo os dados divulgados nesta segunda-feira pelo Departamento do Tesouro do país

China continua sendo maior detentor de títulos da dívida dos EUA
China continua sendo maior detentor de títulos da dívida dos EUA (Foto: Hyungwon Kang)

Xinhua - O valor dos bônus do Tesouro dos EUA possuídos pela China aumentou pelo terceiro mês consecutivo em fevereiro para atingir a soma de US$ 1,131 trilhão, fazendo com que o país permaneça como o maior detentor estrangeiro de títulos do Tesouro dos EUA, segundo os dados divulgados nesta segunda-feira pelo Departamento do Tesouro do país.

Em janeiro, a China tinha US$ 1,126 trilhão em títulos dos EUA, um leve aumento em relação a um mês atrás.

O Japão aumentou sua posse de títulos do Tesouro norte-americanos para US$ 1,072 trilhão em fevereiro, ante os US$ 1,07 trilhões em janeiro.

A China e o Japão detêm no total mais de um terço da propriedade estrangeira desses bônus dos EUA.

Levando em consideração as aquisições estrangeiras líquidas de valores mobiliários norte-americanos de longo e curto prazos e fluxos bancários, em fevereiro o país registrou uma saída estrangeira líquida de US$ 21,6 bilhões em valores mobiliários, mostraram os dados divulgados.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247