China diz que seu crescimento econômico não está perdendo força

O governo chinês, através dos seus órgãos de planejamento, refuta a tese de que o crescimento econômico do país está perdendo força. O crescimento de 6% do PIB no terceiro trimestre deste ano não foi um sinal de perda de dinâmica, pois foi alcançado com a economia já em um tamanho maior, destacou o mais alto órgão de planejamento econômico do país

Bandeira da China
Bandeira da China (Foto: Nagyman China's Red Beacon/Creative Commons)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A Comissão Nacional de Desenvolvimento e Reforma (CNDR) da China garantiu que o crescimento da economia chinesa permanecerá estável, graças à sólida base econômica e à resiliência de longo prazo.

O crescimento de 6% do PIB no terceiro trimestre deste ano não foi um sinal de perda de dinâmica, pois foi alcançado com a economia já em um tamanho maior, destacou o mais alto órgão de planejamento econômico do país em um comunicado em seu site, acrescentando que o PIB da China em 2018 cresceu o equivalente ao tamanho de sua economia inteira em 1997, segundo informa a Xinhua.

Em meio a uma desaceleração econômica mundial que motivou as organizações internacionais a rebaixarem suas estimativas de crescimento para 2019 e 2020, a expansão econômica da China deve ser a mais rápida entre todas as economias maiores que US$ 1 trilhão.

As bases macroeconômicas oferecem mais evidência de estabilidade, com 12,79 milhões de novos empregos urbanos criados nos primeiros 11 meses de 2019, excedendo a meta deste ano. A renda disponível per capita nos primeiros três trimestres aumentou 6,1%, mais rapidamente que o PIB per capita, enquanto o crescimento do consumo energético por unidade do PIB manteve-se recuando durante o mesmo período.

Um florescente mercado de consumo e a melhora estrutural se comprovaram como motores potenciais para o crescimento contínuo, segundo o comunicado.

Com uma população de renda média de mais de 400 milhões, a China está fomentando um mercado de consumo multifacetado onde a demanda atualizada ajudou a promover a qualidade dos produtos e serviços. Além disso, há ainda mercados não explorados para bens de consumo duráveis e serviços públicos.

A melhora estrutural prosseguirá em bom ritmo, com a indústria de serviços desempenhando um papel cada dia maior e o investimento em setores como manufatura de alta tecnologia expandindo-se mais rápido que a média da indústria.

A CNDR disse que a China está confiante e é capaz de manter um crescimento econômico estável e sustentável com base na grande resiliência, forte ímpeto e enorme potencial.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247