China e Alemanha consolidam laços bilaterais e cooperação estratégica

O presidente chinês, Xi Jinping, e o presidente alemão, Frank-Walter Steinmeier, de visita à China, concordaram na segunda-feira (10) em fortalecer mais a parceria estratégica abrangente entre os dois países, para que a cooperação bilateral obtenha mais frutos que beneficiem ambas as nações e seus povos, assim como a paz e a prosperidade mundiais

China e Alemanha consolidam laços bilaterais e cooperação estratégica
China e Alemanha consolidam laços bilaterais e cooperação estratégica

247, com Xinhua - O presidente chinês, Xi Jinping, e o presidente alemão, Frank-Walter Steinmeier, de visita à China, concordaram na segunda-feira (10) em fortalecer mais a parceria estratégica abrangente entre os dois países, para que a cooperação bilateral obtenha mais frutos que beneficiem ambas as nações e seus povos, assim como a paz e a prosperidade mundiais.

Mencionando que o mundo está passando por mudanças complicadas e profundas, Xi disse que a China e a Alemanha têm pontos de vista iguais ou semelhantes em muitos temas.

As duas nações devem continuar fortalecendo a cooperação bilateral e multilateral para beneficiar ambos os povos e dar mais estabilidade ao mundo, disse Xi.

O presidente fez diversas propostas para a cooperação futura entre a China e a Alemanha. O entendimento e a confiança mútua são a base do aprofundamento dos laços bilaterais, disse Xi.

O ponto de vista predominante de ambos os governos e de todos os setores nos dois países é o de ter uma cooperação de benefício mútuo, disse.

Xi pediu que as duas nações resumam as experiências bem-sucedidas da cooperação bilateral e continuem superando as diferenças ideológicas e respeitando os respectivos caminhos de desenvolvimento.

A China está disposta a manter intercâmbios estreitos de alto nível e aproveitar da melhor maneira os diferentes mecanismos de diálogo para melhorar a comunicação e o intercâmbio político, disse.

As duas nações precisam seguir a abertura e a cooperação inovadora para manter a vitalidade das relações bilaterais, disse Xi.

Ao assinalar que este ano marca o 40º aniversário da política de reforma e abertura da China, o presidente chinês lembrou que as empresas alemãs aproveitaram as oportunidades da nova rodada de reforma e abertura da China, disse Xi, acrescentando que a China está disposta a continuar compartilhando os benefícios do desenvolvimento e ao mesmo tempo espera que a Alemanha permaneça aberta ao investimento chinês.

Sobre a ampliação da cooperação, Xi disse que a construção do Cinturão e Rota poderia proporcionar uma plataforma importante. A China deseja discutir a cooperação trilateral com a Europa e a Alemanha e promover a sinergia da Iniciativa do Cinturão e Rota com o plano de conectividade proposto pela União Europeia, disse Xi.

Também incentivou as duas partes a promover os intercâmbios entre pessoas e proporcionar mais plataformas para os intercâmbios em áreas como cultura, educação, juventude e esporte.

Xi pediu que as duas nações impulsionem a governança global, construam conjuntamente uma economia mundial aberta, defendam o sistema multilateral de livre comércio, implementem o Acordo de Paris sobre a mudança climática, promovam um crescimento sólido, sustentável, equilibrado e inclusivo da economia mundial e salvaguardem conjuntamente o multilateralismo, tendo as Nações Unidas como núcleo.

Xi sugeriu que a China e a Europa coordenem ações e se apoiem reciprocamente para salvaguardar a ordem internacional e promover a governança global, acrescentando esperar que a Alemanha possa continuar desempenhando um papel ativo com esta finalidade.

Steinmeier, que realiza sua primeira viagem à China como presidente, disse que sua visita a várias partes do país o tem feito admirar mais os ganhos atingidos nas últimas quatro décadas de reforma e abertura, em especial o êxito de tirar centenas de milhões de pessoas da pobreza.

É muito impressionante o desenvolvimento econômico e social das zonas da Província de Sichuan no sudoeste da China, sacudidas há 10 anos por um terremoto de 8 graus, disse Steinmeier.

Assinalou que a Alemanha está satisfeita com o desenvolvimento de suas relações com a China e disposta a fortalecer o diálogo e o entendimento mútuo, ampliar o consenso, reduzir as diferenças, intensificar a coordenação em assuntos internacionais e defender o livre comércio.

A Alemanha se opõe a qualquer forma de protecionismo e continuará promovendo a cooperação entre a Europa e a China e impulsionando a conectividade entre a Eurásia e a China, acrescentou Steinmeier.

Antes das conversações, Xi ofereceu uma cerimônia de boas-vindas ao mandatário da Alemanha.

Steinmeier realizou uma visita de Estado à China de 5 a 10 de dezembro. Além de Pequim, o presidente alemão visitou as cidades de Guangzhou (sul) e Chengdu (sudoeste).

Conheça a TV 247

Mais de Mundo

Ao vivo na TV 247 Youtube 247