China e Espanha apostam no multilateralismo, dizem Xi Jinping e Pedro Sanchez

A China e a Espanha concordaram nesta quarta-feira (28) em aproveitar o 45º aniversário do estabelecimento das relações diplomáticos para desenvolvê-las ainda mais; o consenso foi alcançado em uma reunião entre o presidente chinês, Xi Jinping, e o primeiro-ministro espanhol, Pedro Sanchez; os dois líderes defenderam o aprofundamento das relações China-Europa e o fortalecimento do multilateralismo

China e Espanha apostam no multilateralismo, dizem Xi Jinping e Pedro Sanchez
China e Espanha apostam no multilateralismo, dizem Xi Jinping e Pedro Sanchez

247, com Xinhua - A China e a Espanha concordaram nesta quarta-feira (28) em aproveitar o 45º aniversário do estabelecimento das relações diplomáticos para desenvolvê-las ainda mais. O consenso foi alcançado em uma reunião entre o presidente chinês, Xi Jinping, e o primeiro-ministro espanhol, Pedro Sanchez. Os dois líderes defenderam o aprofundamento das relações China-Europa e o fortalecimento do multilateralismo.

Desde o estabelecimento das relações diplomáticas entre a China e a Espanha, o relacionamento bilateral resistiu a mudanças no cenário internacional e teve um desenvolvimento saudável e estável, lembrou Xi, observando que a amizade continua forte como sempre.

Elogiando os esforços de Sanchez para desenvolver as relações bilaterais e seu apoio à Iniciativa do Cinturão e Rota, Xi destacou que a China sempre valoriza a amizade com a Espanha, bem como o papel importante do país nos assuntos internacionais.

A China está disposta a "trabalhar com a Espanha para enriquecer o conteúdo da parceria estratégica abrangente, elevar o nível de cooperação em diversas áreas", de modo a servir de exemplo para diferentes civilizações se comunicarem e aprenderem umas com as outras e para países com diferentes sistemas sociais alcançarem a cooperação de benefício mútuo.

"Há diversas vantagens, incluindo fatores históricos e geográficos, para a China e a Espanha conduzirem a cooperação na Iniciativa do Cinturão e Rota", assinalou Xi, pedindo maior alinhamento entre a Iniciativa e a "Visão Estratégica da Espanha na Ásia" e o "Corredor Mediterrâneo" em contatos econômicos e comerciais mais estreitos, e mais cooperação em áreas como portos, navegação, aviação, veículos de nova energia e finanças.

A China está disposta a manter a comunicação e a coordenação com a Espanha para melhorar a governança internacional, lidando com as mudanças climáticas e outras questões importantes globais e regionais, acrescentou Xi.

"A China apoia o processo de integração na Europa. A China e a Europa devem apoiar-se e fortalecer a colaboração para defender a ordem global e promover a governança global", avaliou.

Saudando o desenvolvimento "satisfatório" dos laços bilaterais, Sanchez disse que a Espanha e a China se tornaram importantes parceiros comerciais, com intercâmbios culturais e educacionais cada vez mais próximos. Os chineses na Espanha também contribuíram positivamente para o desenvolvimento da Espanha e a amizade entre os dois países, disse Sanchez.

Segundo ele, a Espanha apoia firmemente o multilateralismo e tem posições semelhantes às da China nos assuntos internacionais. O primeiro-ministro expressou a vontade de se comunicar e coordenar estreitamente com a China, a fim de promover o desenvolvimento saudável e estável das relações Europa-China.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247