China e EUA fazem na próxima semana nova rodada de negociações comerciais

O representante comercial dos Estados Unidos, Robert Lighthizer, e o secretário do Tesouro, Steven Mnuchin, visitarão a China nos dias 28 e 29 de março para tentar negociar um acordo comercial, anunciou o ministério chinês do Comércio

China e EUA fazem na próxima semana nova rodada de negociações comerciais
China e EUA fazem na próxima semana nova rodada de negociações comerciais (Foto: Hyungwon Kang)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247, com AFP - O representante comercial dos Estados Unidos, Robert Lighthizer, e o secretário do Tesouro, Steven Mnuchin, visitarão a China nos dias 28 e 29 de março para tentar negociar um acordo comercial, anunciou o ministério chinês do Comércio.

Após a visita, o vice-primeiro-ministro Liu He, principal negociador da China, viajará em abril aos Estados Unidos para dar continuidade às negociações, informou o porta-voz do ministério, Gao Feng.

Washington e Pequim estão negociando a última fase de um acordo comercial. Os americanos pedem mudanças profundas aos chineses em sua política industrial.

O presidente estadunidense Donald Trump advertiu na quarta-feira (20) que as tarifas dos Estados Unidos sobre as importações da China poderiam permanecer em vigor por um "período substancial", o que reduziu as esperanças de que a conclusão de um acordo provoque a retirada das medidas.

Nos últimos oito meses Estados Unidos e China aplicaram tarifas extras por um valor de quase 360 bilhões de dólares em produtos, que pesam sobre a economia dos dois países.

A Assembleia Popular Nacional da China aprovou na semana passada uma lei para os investimentos estrangeiros que protege a propriedade intelectual, uma exigência central dos Estados Unidos, mas os críticos apontam que a lei foi redigida às pressas, sem a contribuição dos setores interessados.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247