China e EUA trocam acusações em meio à guerra comercial

O Tesouro dos Estados Unidos rotulou a China de "manipulador de moeda" depois que o país asiático decidiu desvalorizar o Yuan. A China rebate acusando os EUA de "prática unilateral e protecionista arbitrária"

(Foto: Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Xinhua - O Tesouro dos Estados Unidos rotulou a China de "manipulador de moeda" depois que o país asiático decidiu desvalorizar o Yuan. A China rebate acusando os EUA de "prática unilateral e protecionista arbitrária". O Banco Popular da China lamentou profundamente nesta terça-feira (6) a decisão do Tesouro dos Estados Unidos de rotular o país asiático como "um manipulador de moeda".

A rotulação da China pelos Estados Unidos não atende aos critérios quantitativos definidos pelo próprio Tesouro dos EUA para a definição de "manipulador de moeda", de acordo com um comunicado do banco central chinês.

A medida estadunidense é uma prática unilateral e protecionista arbitrária, que prejudica seriamente as regras internacionais e terá um impacto significativo na economia global e nos mercados financeiros, acrescenta o texto.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247