China e Índia chegam a consenso para reduzir tensões fronteiriças

A China e a Índia firmaram um entendimento para afastar o perigo de confrontos nas áreas de fronteiras entre ambos

China e Índia
China e Índia (Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O conselheiro de Estado e ministro das Relações Exteriores chinês, Wang Yi, e seu colega  indiano, S. Jaishankar, chegaram a um consenso de cinco pontos sobre os acontecimentos nas áreas fronteiriças, bem como sobre as relações bilaterais, de acordo com um comunicado conjunto divulgado nesta quinta-feira (10).

Os dois ministros das Relações Exteriores, diz o comunicado, concordaram que ambos os lados devem seguir a série de consensos alcançados entre os líderes dos dois países sobre o desenvolvimento das relações China-Índia, incluindo não permitir que as diferenças se tornem disputas, informa a Xinhua.

Observando que a situação atual nas áreas fronteiriças não está de acordo com o interesse de nenhum dos lados, eles também concordaram que as tropas fronteiriças dos dois lados devem continuar seu diálogo, desengajar rapidamente, manter distância adequada e aliviar as tensões.

Eles disseram que ambos os lados devem respeitar os acordos e protocolos existentes sobre os assuntos bilaterais de fronteira, manter a paz e a tranquilidade nas áreas fronteiriças e evitar qualquer ação que possa agravar as questões.

Enquanto isso, os dois lados continuarão o diálogo e a comunicação através do mecanismo de Representante Especial sobre a questão da fronteira China-Índia, enquanto o Mecanismo de Trabalho para Consulta e Coordenação sobre os Assuntos Fronteiriços China-Índia também deve continuar com suas reuniões.

Os dois ministros concordaram que, à medida que a situação se acalme, os dois lados devem acelerar o trabalho para concluir novas medidas de construção da confiança, para manter e melhorar a paz e a tranquilidade nas áreas fronteiriças, acrescentou o comunicado.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247