China e Rússia condenam 'ação ilegítima' dos EUA no Oriente Médio

Os ministros das Relações Exteriores dos dois países falaram com seu homólogo iraniano, dizendo que episódios como a morte do general iraniano Soleimani não ajudam a reduzir as tensões na região. "Os ministros observaram que a ação ilegítima dos EUA agravou seriamente a situação na região", disse a entidade diplomática russa

Sergei Lavrov e Wang Yi
Sergei Lavrov e Wang Yi
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Sputnik Brasil - Pequim se opõe à estratégia "impraticável" da administração de Trump de pressão máxima contra Irã, considerando-a contraproducente, advertiu o ministro chinês das Relações Exteriores, Wang Yi. O alto responsável chinês falou com seu homólogo iraniano, Javad Zarif, com o último condenando a morte na sexta-feira (3) do comandante da força Quds do Irã pelos EUA.

Sergei Lavrov, ministro das Relações Exteriores da Rússia, também falou com o homólogo iraniano, com ambos concordando no sábado (4) que os EUA não estão diminuindo, mas sim aumentando as tensões regionais. Lavrov também expressou suas condolências pelo assassinato do militar persa.

"Os ministros observaram que a ação ilegítima dos EUA agravou seriamente a situação na região", disse a entidade diplomática russa.

"Nessas condições, Rússia e China estão interessadas em reduzir as tensões e tomarão medidas conjuntas para criar condições para uma resolução pacífica de situações de conflito", acrescentou a entidade diplomática russa.

Soleimani, chefe da Força Quds de elite do Corpo de Guardiões da Revolução Islâmica do Irã, foi morto na sexta-feira (3) em um assassinato direcionado em Bagdá, Iraque, que Washington afirma ter sido necessário para evitar ataques a cidadãos dos EUA. Teerã jurou que vingaria a morte do general popular, que teve procissões com milhares de pessoas no Iraque e no Irã.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247