China é um parceiro comercial importante, diz chanceler argentino

Santiago Cafiero expressou seu agradecimento ao presidente chinês Xi Jinping por sua mensagem em vídeo para a cúpula da CELAC

www.brasil247.com - Chanceler argentino Santiago Cafiero
Chanceler argentino Santiago Cafiero (Foto: Reuters)


Rádio Internacional da China - A 7ª Cúpula da Comunidade de Estados Latino-Americanos e Caribenhos (CELAC) foi realizada nesta terça-feira (24) em Buenos Aires, capital da Argentina. Na ocasião, o ministro das Relações Exteriores da Argentina, Santiago Cafiero, concedeu uma entrevista exclusiva ao Grupo de Mídia da China.

Na entrevista, Cafiero expressou seu agradecimento ao presidente chinês Xi Jinping por sua mensagem em vídeo para a cúpula. Ele disse que a participação da China nesta discussão sobre desenvolvimento sub-regional pode promover a cooperação, auxiliar na coordenação da agenda multilateral e enriquecer o multilateralismo. Somente através de uma abordagem integrada os países da América Latina e do Caribe poderão construir relações mais fortes com o resto do mundo, disse Cafiero.

Na entrevista, o diplomata argentino também disse que a China é um importante parceiro comercial da Argentina e que ele espera que a cooperação entre os dois países no campo econômico e comercial se desenvolva significativamente. Atualmente, a Argentina participa da construção conjunta da iniciativa “Cinturão e Rota” e também apresentou uma solicitação para aderir ao mecanismo de cooperação BRICS.

No final da entrevista, Cafiero enviou seus melhores votos de Festival da Primavera ao povo chinês.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247