China investiga FedEx após desvio de pacotes da Huawei para os EUA

As autoridades chinesas abriram uma investigação contra a empresa norte-americana FedEx por suposto desvio de correspondências da Huawei para os Estados Unidos ao invés de enviá-los ao destino original dentro da China

loja huawei na china
loja huawei na china

Sputnik Brasil - As autoridades chinesas abriram uma investigação contra a empresa norte-americana FedEx por suposto desvio de correspondências da Huawei para os Estados Unidos ao invés de enviá-los ao destino original dentro da China.

Segundo publicou a agência de notícias chinesa Xinhua, e FedEx recebeu uma intimação em sua sede na China.

O incidente que deflagrou a ação judicial trata do envio de um documento da Huawei do Japão em direção à China e outros dois pacotes de documentos, também da empresa chinesa, que partiram do Vietnã.

Os documentos enviados no final de maio tinha como destino a China, porém, foram desviados e enviados para os Estados Unidos.

A FedEx chegou a pedir desculpas por causa do incidente e garantiu que o erro não decorreu de nenhum tipo de pressão externa.

A Huawei está sendo acusado pelos Estados Unidos e outros países ocidentais de roubar informações comerciais. Washington também afirmou que suspeita que a empresa trabalhe para o governo chinês. A Huawei, líder mundial de infraestrutura de telecomunicação, nega as acusações.

A tensão entre EUA e China está em alta desde o ano passado, após medidas do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, para a instauração de tarifas sobre importações chinesas.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247