China pede que comunidade internacional crie 'ambiente externo sólido' para que Mianmar resolva crise política

Diante da intervenção militar na vida política em Mianmar, a China pede à comunidade internacional que ajude a criar "ambiente sólido" para país asiático resolver seus problemas políticos

Wang Wenbin, porta-voz da chancelaria chinesa
Wang Wenbin, porta-voz da chancelaria chinesa (Foto: Diário do Povo on line)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O Ministério das Relações Exteriores da China pediu nesta quarta-feira (3) que a comunidade internacional crie um ambiente externo sólido para que Mianmar resolva adequadamente suas divergências internas.
O porta-voz Wang Wenbin fez os comentários em uma coletiva de imprensa diária ao responder sobre a situação em Mianmar, informa a Xinhua.

Ele disse que o Conselho de Segurança das Nações Unidas realizou na terça-feira consultas internas sobre a situação em Mianmar, e a China participou de forma construtiva das discussões relevantes.

"A comunidade internacional deve criar um ambiente externo sólido para que Mianmar resolva adequadamente as divergências", assinalou Wang. "Todas as ações tomadas pelo Conselho de Segurança devem contribuir para a estabilidade política e social de Mianmar, à reconciliação pacífica e devem evitar o agravamento das tensões e complicar ainda mais a situação."

A China está perplexa e chocada com o vazamento de documentos internos em discussão no Conselho de Segurança, disse ele, acrescentando que não é assim que o Conselho de Segurança conduz seu trabalho, nem será propício à solidariedade e confiança mútua de seus membros.

Wang refutou as alegações de que a mudança política em Mianmar possa ter ocorrido com o apoio ou aquiescência da China. Ele disse que tais alegações são falsas.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email