China saúda retomada do diálogo entre Coreia do Norte e EUA

A China anunciou na quinta-feira que saúda os sinais positivos da República Popular Democrática da Coreia (RPDC) sobre a retomada das negociações com os Estados Unidos e pediu que a parte americana tome medidas práticas para reduzir as tensões e promover as negociações

(Foto: Thomas Trutschel)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Xinhua - A China anunciou na quinta-feira (12), que saúda os sinais positivos da República Popular Democrática da Coreia (RPDC) sobre a retomada das negociações com os Estados Unidos e pediu que a parte americana tome medidas práticas para reduzir as tensões e promover as negociações. 

O conselheiro de Estado e ministro das Relações Exteriores da China, Wang Yi, fez os comentários ao responder a uma pergunta em uma entrevista coletiva realizada na quinta-feira, ao lado do ministro das Relações Exteriores da Malásia, Saifuddin Abdullah.

"Trata-se de um importante passo da RPDC para promover o processo de solução política da questão da Península Coreana, e a China saúda isso", disse Wang.

"A benigna interação entre as partes ao longo do tempo também acumulou condições para a retomada do diálogo", disse Wang, enfatizando que a China está contente em ver que a RPDC e os Estados Unidos retomem o diálogo no fim de setembro, como programado.

Segundo reportagens da mídia, a RPDC propôs esta semana uma reunião com os Estados Unidos e disse que está disposta a sentar-se com a parte americana no lugar e data concordados no fim de setembro para discutir de forma integral os assuntos que expuseram até agora.

Wang disse que nunca funcionará a prática de apresentar apenas condições e formular uma lista ou de até tentar forçar outra parte a fazer concessões através da máxima pressão. "Isso é certo no diálogo RPDC-EUA, assim como nos diálogos de outros países."

"Desde o ano passado, a RPDC tomou uma série de medidas positivas e sobre este terreno solicitou aos Estados Unidos que atinjam um consenso com uma resposta positiva. Consideramos que isto é justo e razoável", disse Wang, manifestando a esperança de que a parte americana também possa tomar medidas práticas neste sentido e realizar os devidos esforços para reduzir as tensões e promover as negociações.

Além disso, o Conselho de Segurança da ONU deveria considerar iniciar discussões sobre cláusulas reversíveis da resolução de sanções contra a RPDC no momento adequado, para assim ajudar a RPDC a superar as dificuldades causadas pelas sanções e criar condições e oferecer apoio a uma solução política da questão da Península Coreana, propôs Wang.

A China continuará desempenhando um papel construtivo e realizará esforços incessantes para manter a paz e a estabilidade na península, promover o estabelecimento de um mecanismo de paz na península e realizar a desnuclearização da península, disse.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email