China segue como principal parceiro comercial da União Europeia

A China continua a consolidar-se como principal parceiro comercial da União Europeia (UE) e é o único país que viu um aumento nas exportações para o bloco durante a pandemia de covid segundo os dados da Eurostat divulgados nesta sexta-feira

China e UE, comércio externo intenso
China e UE, comércio externo intenso (Foto: Xinhua)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Xinhua - A agência estatística da UE anunciou que as importações do bloco com origem chinesa entre janeiro e novembro de 2020 cresceram 4,3% em comparação com o mesmo período do ano anterior.

O valor dessas importações subiu para 350 bilhões de euros (US$ 423 bilhões) nos primeiros 11 meses de 2020, contra 335,6 bilhões de euros em 2019.

Outros parceiros comerciais, como Estados Unidos, Grã-Bretanha, Rússia, Turquia, Japão, Coreia do Sul e Índia, todos experimentaram queda nas exportações de mercadorias para a UE.

As exportações do bloco para China, Turquia e Coreia do Sul registraram crescimento. O valor das vendas para a China teve um crescimento modesto de 1,1%, totalizando 182,7 bilhões de euros.

As exportações da UE para a Turquia cresceram 2,1% e para a Coreia do Sul, 3,5%. Já as vendas para todos os outros parceiros comerciais cobertos pelos dados da Eurostat tiveram queda.

O comércio com os Estados Unidos registrou uma queda significativa tanto nas importações (186,5 bilhões de euros) quanto nas exportações (322,3 bilhões de euros), baixas de 13% e 9,3%, respectivamente.

As estatísticas mostraram uma recuperação das atividades comerciais dentro da UE, uma vez que o comércio interno do bloco em novembro de 2020 registrou um aumento de 0,6% em relação a novembro de 2019.

No entanto, o comércio com o resto do mundo permaneceu sombrio em novembro. As importações da UE ficaram em 151,3 bilhões de euros, uma queda de 6,2% em relação a novembro de 2019, e as exportações em 176,6 bilhões de euros, baixa anual de 1,5%. (1 euro = 1,21 dólar americano)

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email