Cinco potências debaterão na China uso pacífico de energia nuclear

China, Rússia, Reino Unido, França e Estados Unidos se reunirão em Pequim na próxima quarta-feira (30) para analisar o desarmamento, uso pacífico da energia atômica e a vigência do Tratado de Não Proliferação de Armas Nucleares; segundo o Ministério chinês das Relações Exteriores, trata-se do primeiro encontro formal em dois anos entre as cinco potências. Os objetivos centrais serão estabelecer uma maior coordenação sobre esses temas e manter o pacto mundial

Cinco potências debaterão na China uso pacífico de energia nuclear
Cinco potências debaterão na China uso pacífico de energia nuclear
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247, com Prensa Latina - China, Rússia, Reino Unido, França e Estados Unidos se reunirão em Pequim na próxima quarta-feira (30) para analisar o desarmamento, uso pacífico da energia atômica e a vigência do Tratado de Não Proliferação de Armas Nucleares.

Segundo o Ministério chinês das Relações Exteriores, trata-se do primeiro encontro formal em dois anos entre as cinco potências. Os objetivos centrais serão estabelecer uma maior coordenação sobre esses temas e manter o pacto mundial.

Representantes desses países compartilharão seus pontos de vista sobre as políticas e estratégias em matéria nuclear.

A China espera que o encontro sirva para deixar as diferenças de lado, ampliar a cooperação no tema e trabalhar conjuntamente na preservação da paz, da segurança e da estabilidade do planeta.

O encontro acontece justamente quando se impulsiona a desnuclearização da Península Coreana, enquanto os Estados Unidos ameaçam abandonar o Tratado de Forças Nucleares de Alcance Intermediário, citando a suposta violação do acordo por parte da Rússia.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247