Clima: Kerry quer acordo antes da posse de Trump

O secretário de Estado norte-americano, John Kerry, disse que o governo de Barack Obama fará tudo o que puder para implementar um acordo global para combater as mudanças climáticas antes que o presidente eleito tome posse; Donald Trump chama o aquecimento global de uma fraude e prometeu abandonar o Acordo de Paris

O secretário de Estado norte-americano, John Kerry, disse que o governo de Barack Obama fará tudo o que puder para implementar um acordo global para combater as mudanças climáticas antes que o presidente eleito tome posse; Donald Trump chama o aquecimento global de uma fraude e prometeu abandonar o Acordo de Paris
O secretário de Estado norte-americano, John Kerry, disse que o governo de Barack Obama fará tudo o que puder para implementar um acordo global para combater as mudanças climáticas antes que o presidente eleito tome posse; Donald Trump chama o aquecimento global de uma fraude e prometeu abandonar o Acordo de Paris (Foto: Voney Malta)

Por Charlotte Greenfield/Reuters - O secretário de Estado norte-americano, John Kerry, disse neste domingo que o governo de Barack Obama fará tudo o que puder para implementar um acordo global para combater as mudanças climáticas antes que o presidente eleito, Donald Trump, tome posse.

Kerry fez os comentários durante uma visita à Nova Zelândia pouco antes de partir para Marrakesh, no Marrocos, para participar de negociações climáticas entre 200 nações.

Donald Trump, que chama o aquecimento global de uma fraude e prometeu abandonar o Acordo de Paris, estuda maneiras de contornar um procedimento de quatro anos para deixar o acordo, segundo uma fonte da equipe de transição Trump.

Kerry se recusou a especular sobre o que Trump poderia fazer sobre o Acordo de Paris e observou que às vezes há uma diferença entre fazer campanha e governar.

Mas o principal diplomata norte-americano deixou claro que para ele novas medidas para evitar as mudanças climáticas devem ser uma prioridade.

Ao vivo na TV 247 Youtube 247