Coalizão liderada pelos EUA intensifica movimentação de equipamento bélico na Síria, diz Rússia

Segundo o contra-almirante Aleksandr Karpov, vice-diretor do Centro Russo de Reconciliação para a Síria, "suscita preocupação a intensificação do transporte aéreo de cargas militares e a movimentação terrestre de comboios de equipamentos militares das forças […] da coalizão"

(Foto: Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Agência Sputnik - Contra-almirante Aleksandr Karpov, vice-diretor do Centro Russo de Reconciliação para a Síria, informou que a coalizão liderada pelos EUA intensificou a movimentação de equipamentos militares no leste do país.

"Suscita preocupação a intensificação do transporte aéreo de cargas militares e a movimentação terrestre de comboios de equipamentos militares das forças […] da coalizão", afirmou Karpov.

Segundo o contra-almirante, a Síria é capaz de lidar com células terroristas no país usando suas próprias forças, enquanto a presença lá de tropas da coalizão é ilegal e contrária ao direito internacional.

"Ações do comando dos EUA para o reforço da presença militar na região a leste do Eufrates [nordeste da Síria] no contexto da situação socioeconômica de emergência, criada pelas sanções asfixiantes dos EUA, está prejudicando gravemente as perspectivas de uma solução política", afirmou.

Os militares norte-americanos, junto com as milícias curdo-árabes das Forças Democráticas da Síria (FDS), controlam territórios do norte e nordeste da Síria nas províncias de Deir Ez-Zor, Al-Hasakah e Raqqa, onde se concentram as maiores jazidas de petróleo e gás.

O governo sírio qualifica a presença do Exército dos EUA como ocupação de seu território, pilhagem organizada e banditismo por parte de Washington.

Inscreva-se no canal Cortes 247 e saiba mais: 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email