Colega de trabalho diz que policial “sabia exatamente quem era George Floyd” e que os dois tiveram desavenças no passado

Chauvin trabalhava na mesma discoteca que Floyd. O policial fazia a segurança na entrada principal dentro de um carro e Floyd trabalhava ocasionalmente dentro da boate

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Homem que foi segurança de um discoteca em Mineápolis disse para a CBS que o policial Derek Chauvin sabia quem era George Floyd, homem negro de 46 anos que foi sufocado até a morte por ele.

“Nenhuma dúvida. Ele sabia exatamente quem era George Floyd”, disse o ex-segurança, ressaltando que os dois trabalharam no mesmo estabelecimento e que eles tiveram desavenças no passado envolvendo dinheiro. Chauvin reclamava que Floyd, que apenas realizava seu trabalho, apenas lhe trazia o cheque de pagamento. Para o ex-colega de trabalho pode ter havido um motivo pessoal no assassinato de Floyd.

Chauvin trabalhava na mesma discoteca que Floyd. O policial fazia a segurança na entrada principal dentro de um carro e Floyd trabalhava ocasionalmente dentro da boate. O ex-segurança também afirmou que Chauvin tinha um comportamento “muito agressivo” contra as minorias (como a população negra nos Estados Unidos).

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247