Colombianos escolhem prefeitos e governadores neste domingo

Os colombianos irão às urnas neste domingo (25) para escolher os novos governadores, prefeitos e vereadores, nas primeiras eleições após a assinatura de um acordo de paz entre o governo e a Farc, que resultará no fim do conflito armado iniciado em meados dos anos 1960; eleição funcionará como uma espécie de prévia para a eleição geral de 2018, quando será escolhido o sucessor do presidente Juan Manuel Santos

Os colombianos irão às urnas neste domingo (25) para escolher os novos governadores, prefeitos e vereadores, nas primeiras eleições após a assinatura de um acordo de paz entre o governo e a Farc, que resultará no fim do conflito armado iniciado em meados dos anos 1960; eleição funcionará como uma espécie de prévia para a eleição geral de 2018, quando será escolhido o sucessor do presidente Juan Manuel Santos
Os colombianos irão às urnas neste domingo (25) para escolher os novos governadores, prefeitos e vereadores, nas primeiras eleições após a assinatura de um acordo de paz entre o governo e a Farc, que resultará no fim do conflito armado iniciado em meados dos anos 1960; eleição funcionará como uma espécie de prévia para a eleição geral de 2018, quando será escolhido o sucessor do presidente Juan Manuel Santos (Foto: Paulo Emílio)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Agência Brasil - No próximo domingo (25), os colombianos escolherão novos governadores, prefeitos e vereadores, nas primeiras eleições após a assinatura de um acordo que resultará no fim do conflito armado iniciado em meados dos anos 1960.

Os colombianos elegerão os responsáveis pelo novo desenho do país após as negociações de paz com o grupo guerrilheiro Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc).

A eleição é avaliada como uma prévia para o pleito geral de 2018, quando será eleito o sucessor do presidente Juan Manuel Santos.

Em Bogotá, onde a prefeitura é considerada o segundo cargo político mais importante do país, os principais candidatos são o ex-prefeito conservador Enrique Peñalosa e a progressista Clara López.

De acordo com análises da imprensa local, uma vitória do governista Peñalosa, que já concorreu à Presidência em 2010, poderia abrir caminho para que ele novamente dispute o cargo na próxima eleição.

No domingo, os colombianos elegem 32 governadores, prefeitos de mais de mil cidades, entre outros representantes locais.

Negociações de paz

Em 23 de setembro, o governo de Bogotá e as Farc anunciaram um acordo sobre as consequências judiciais do conflito, o que abriu caminho para colocar um fim definitivo a mais de 50 anos de luta armada.

O modelo de justiça que será aplicado para garantir os direitos das vítimas do conflito era um dos principais entraves das negociações de paz entre os dois lados, que ocorreram em Havana, capital de Cuba, desde o final de 2012.

O acordo foi anunciado em uma cerimônia na presença do presidente da Colômbia e do líder das Farc, Rodrigo Londoño Echeverri, o "Timochenko". Também estava presente o presidente cubano, Raúl Castro.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email