Com segurança reforçada, Câmara inicia análise de impeachment de Trump

Isolado politicamente e silenciado nas redes sociais, Donald Trump deve se tornar nesta quarta o 1º presidente americano a sofrer dois impeachments

(Foto: Joshua Roberts/Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A Câmara dos Representantes dos Estados Unidos iniciou nesta quarta-feira (13) a análise do segundo processo de impeachment do presidente Donald Trump. 

Os congressistas contam com segurança reforça por soldados da Guarda Nacional. Desta vez, Trump é acusado formalmente de incitar à violência que resultou na invasão do Capitólio, a sede do Congresso americano, no último dia 8.

No entanto, Trump deve continuar no cargo até a posse do presidente eleito Joe Biden, no dia 20. Isso porque, ao contrário do Brasil, o presidente dos EUA não é afastado quando o processo de impeachment é aprovado na Câmara. A remoção definitiva só ocorre caso o processo seja aprovado também pelo Senado.

Em conversa com jornalistas, Donald Trump afirmou que há "muita raiva" sobre o novo processo de impeachment e que se trata da "continuação da maior caça às bruxas da história da política".

Antes do início do processo de impeachment, o vice-presidente Mike Pence se recusou a invocar a 25ª Emenda, que permite destituir o presidenten dos Estados Unidos por incapacidade. 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247