Comandante do Pentágono vai ao Iraque para reforçar presença militar dos EUA

O secretário interino de Defesa dos Estados Unidos, Patrick Shanahan, desembarcou nesta terça-feira (12) em Bagdá para uma visita surpresa, durante a qual vai conversar com autoridades locais sobre a presença militar americana no país após a retirada das tropas da Síria; Patrick Shanahan, que faz sua primeira viagem internacional desde a nomeação em janeiro, chegou a Bagdá procedente do Afeganistão

Comandante do Pentágono vai ao Iraque para reforçar presença militar dos EUA
Comandante do Pentágono vai ao Iraque para reforçar presença militar dos EUA

247, com AFP - O secretário interino de Defesa dos Estados Unidos, Patrick Shanahan, desembarcou nesta terça-feira (12) em Bagdá para uma visita surpresa, durante a qual vai conversar com autoridades locais sobre a presença militar americana no país após a retirada das tropas da Síria. Patrick Shanahan, que faz sua primeira viagem internacional desde a nomeação em janeiro, chegou a Bagdá procedente do Afeganistão.

Shanahan deseja tranquilizar as autoridades iraquianas sobre as intenções do Pentágono após as declarações do presidente Donald Trump sobre a "vigilância" do Irã a partir do Iraque.

As declarações de Trump deram um novo impulso à campanha dos que exigem a retirada das tropas americanas.

As forças dos Estados Unidos invadiram o Iraque em 2003 e derrubaram o presidente Saddam Hussein, provocando uma insurreição de parte da população.

Em 2011, Washington, que chegou a mobilizar 170 mil soldados em território iraquiano, se retirou do país.

Três anos depois, no entanto, o governo estadunidense voltou a enviar tropas ao Iraque para combater o grupo extremista Estado Islâmico (EI).

Há um ano, o governo iraquiano proclamou vitória contra o EI e, desde então, muitas forças, em particular as favoráveis ao Irã, exigem que as tropas estadunidenses deixem o Iraque.

O Parlamento recebeu há alguns dias um projeto de lei que estabelece um calendário de retirada dessas tropas.

Esta lei poderia ser apoiada pelas duas principais forças políticas do país, a chapa dirigida pelo líder xiita Moqtada Sadr, defensor da independência do Iraque, e o bloco pró-Irã apoiado pelas milícias que lutaram contra o EI ao lado das Forças Armadas nacionais.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247