Comunidade internacional exige “diálogo sério” com o Irã

Apelo ocorreu durante a reunio de governadores da Agncia Internacional de Energia Atmica e se refere ao programa nuclear do pas

Comunidade internacional exige “diálogo sério” com o Irã
Comunidade internacional exige “diálogo sério” com o Irã (Foto: DARRIN ZAMMIT LUPI/REUTERS)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Agência Brasil – Representantes de vários países apelaram nesta quinta-feira (8) às autoridades do Irã para que se empenhem na busca de um “diálogo sério” e sem “condições predefinidas”. O apelo ocorreu durante a reunião de governadores da Agência Internacional de Energia Atômica (Aiea). O pedido foi apresentado por escrito aos iranianos.

O texto é assinado por representantes dos países que integram o grupo 5+1, formado pelos cinco membros permanentes do Conselho de Segurança das Nações Unidas - os Estados Unidos, a China, Rússia, o Reino Unido e a França. A Alemanha não pertence ao conselho, mas integra o grupo.

Anteontem (6), a chefe da Diplomacia da União Europeia, Catherine Ashton, propôs ao Irã, em nome do grupo 5+1, o recomeço das conversações sobre o programa nuclear, sem indicar a data nem o local. Porém, autoridades iranianas disseram que havia uma disposição por parte de alguns países em pressionar o governo do Irã a não desenvolver seu próprio programa.

Após duas missões da agência no Irã, o grupo 5+1 se disse preocupado com as negociações. No ano passado, a Aiea mencionou, em seu relatório, que havia indicações que levantam suspeitas sobre a produção de armas atômicas no programa nuclear iraniano.

Mas as autoridades do Irã negam as suspeitas e dizem que o programa tem fins pacíficos. Segundo os iranianos, as suspeitas têm motivação política. O país é alvo de várias sanções econômicas, comerciais, financeiras e militares.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email