Congresso da Bolívia condena o golpe e mantém reconhecimento a Evo como presidente

Deputados e senadores presentes na Assembleia Nacional da Bolívia aprovaram nesta quinta-feira (14) uma determinação em que registram o repúdio do Poder Legislativo ao golpe de Estado ocorrido no último domingo (10). Na mesma ação, os congressistas afirmaram desconhecer a autoridade da senadora Jeanine Ánez como presidente do país e reafirmaram a legitimidade do mandato de Evo Morales

(Foto: Reuters/Carlos Garcia Rawlins)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Revista Fórum - Depois de empossar o socialista Sergio Choque como novo presidente da Câmara dos Deputados, os deputados e senadores presentes na Assembleia Nacional da Bolívia aprovaram uma determinação em que registraram o repúdio do Poder Legislativo ao golpe de Estado ocorrido no último domingo (10).

Na mesma ação, os congressistas afirmaram desconhecer a autoridade da senadora Jeanine Ánez como presidente do país. 

Na terça-feira (12), ela se autoproclamou ao cargo, afirmando ser a quinta na linha de sucessão, após as seguidas renúncias de Evo Morales (presidente), Álvaro García Linera (vice-presidente), Adriana Salvatierra (presidenta do Senado) e Víctor Borda (presidente da Câmara). Vale lembrar que esses quatro foram ameaçados pelos comandantes militares do país, e forçados a renunciar.

Leia mais na Fórum.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email