Congresso do Paraguai investiga acordo com Brasil sobre Itaipu

Uma comissão bicameral do Congresso do Paraguai começou a investigar o polêmico acordo com o Brasil sobre a distribuição de energia da binacional Usina Hidrelétrica Itaipu

Sputnik - Uma comissão bicameral do Congresso do Paraguai começou a investigar o polêmico acordo com o Brasil sobre a distribuição de energia da binacional Usina Hidrelétrica Itaipu. 

O cronograma de trabalho estava previsto para começar nesta segunda-feira (19), com a convocação dos engenheiros Luis Gilberto Valdez, diretor técnico de Itaipu, e Ubaldo Fernández, gerente técnico da Administração Nacional de Eletricidade (ANDE)", de acordo com informação publicada no site do Senado paraguaio.  

O presidente do Paraguai, Mario Abdo Benítez, nas últimas semanas, vem sendo criticado pelo acordo falho com o Brasil sobre o uso da energia da usina hidrelétrica.  

O acordo, assinado secretamente em 24 de maio, estipulava novos termos e disposições para o Paraguai que, segundo críticos, implicariam o aumento de gastos do país guarani, entre outros danos.  

Na sexta-feira (16), o presidente paraguaio afirmou que "não faz bem para a República utilizar a ferramenta de juízo político [impeachment], [que] é uma ferramenta constitucional, mas não faz bem usá-la como ameaça permanente ao presidente da República", segundo do jornal La Nación.  

A instabilidade também afeta o Estado do Direito, o sistema republicano e a democracia paraguaia, observou o presidente.  

No decorrer da semana, houve manifestações e fechamento de estradas em várias partes do país exigindo impeachment do presidente do Paraguai.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247