Congresso dos EUA aprova gastos de US$ 1,3 trilhão

Congresso dos Estados Unidos votou pela aprovação de um projeto de lei para financiamento do governo de US$ 1,3 trilhão  com amplos aumentos dos gastos militares e não militares, enviando-o ao presidente Donald Trump; expectativa é de que o projeto seja promulgado e, com a assinatura de Trump, a lei evitará a paralisação do governo e manterá as agências federais financiadas até 30 de setembro; projeto de financiamento do governo deve levar a déficits orçamentários de mais de US$ 800 bilhões este ano

Pessoas passam pelo prédio do Capitólio, em Washington 08/02/2018 REUTERS/Leah Millis
Pessoas passam pelo prédio do Capitólio, em Washington 08/02/2018 REUTERS/Leah Millis (Foto: Paulo Emílio)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Reuters - O Congresso dos Estados Unidos votou nesta sexta-feira pela aprovação de um projeto de lei para financiamento do governo de 1,3 trilhão de dólares com amplos aumentos dos gastos militares e não militares, enviando-o ao presidente Donald Trump.

A expectativa é de que o projeto seja promulgado e, com a assinatura de Trump, a lei evitará a paralisação do governo e manterá as agências federais financiadas até 30 de setembro, encerrando por enquanto as constantes disputas orçamentárias em Washington e permitindo que os legisladores se concentrem em serem releeitos em novembro.

O Senado aprovou o projeto por 65 a 32, várias horas depois de a Câmara dos Deputados tê-lo aprovado por 256 votos a 167 na quinta-feira.

Os votos encerram uma longa disputa do Congresso, que deveria ter aprovado o orçamento do governo até 1 de outubro do ano passado.

Desde então, vários projetos emergenciais mantiveram o governo funcionando, exceto por duas breves paralisações neste ano.

Junto com os recentes cortes tributários, o projeto de financiamento do governo deve levar a déficits orçamentários de mais de 800 bilhões de dólares este ano.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247