Conselho de Direitos Humanos da ONU reconhece prejuízos de sanções contra Venezuela

O Conselho de Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas (ONU) aprovou por ampla maioria nesta quinta-feira (21) a resolução apresentada pelo Movimento de Países Não Alinhados sobre os efeitos negativos que as sanções aplicadas pelos Estados Unidos provocaram na Venezuela

Conselho de Direitos Humanos da ONU reconhece prejuízos de sanções contra Venezuela
Conselho de Direitos Humanos da ONU reconhece prejuízos de sanções contra Venezuela

247, com AVN - O Conselho de Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas (ONU) aprovou por ampla maioria nesta quinta-feira (21) a resolução apresentada pelo Movimento de Países Não Alinhados sobre os efeitos negativos que as sanções aplicadas pelos Estados Unidos provocaram na Venezuela.

"Atenção! Em Genebra o Conselho de DDHH/ONU aprovou por ampla maioria resolução apresentada pela Venezuela em nome do Movimento dos Não Alinhados sobre efeitos negativos das medidas coercitivas unilaterais (sanções) nos DDHH. Outra vitória do Multilateralismo e da Diplomacia de Paz!", publicou o chanceler venezuelano, Jorge Arreaza no Twitter.

O projeto de resolução "As repercussões negativas das medidas coercitivas unilaterais no gozo dos direitos humanos" exposto pelo Movimento Não Alinhado sobre as sanções contra a Venezuela conseguiu 27 votos a favor, 15 contra e 5 abstenções.

O texto condena categoricamente que potências específicas continuem designando e fazendo cumprir unilateralmente essas medidas como instrumento de pressão política ou econômica contra qualquer nação.

Ao vivo na TV 247 Youtube 247