Contrariando promessa de Trump, Brasil não poderá integrar Otan

“O Brasil, convidado pelo presidente Trump em março para ingressar na Otan, ‘não tem elegibilidade", disse sua vice-secretária geral, Rose Gottemoeller, em entrevista nesta sexta-feira (3); A promessa de Trump aconteceu no dia 19 de março, durante um almoço com ministros brasileiros e Bolsonaro, em sua visita oficial aos Estados Unidos

Contrariando promessa de Trump, Brasil não poderá integrar Otan
Contrariando promessa de Trump, Brasil não poderá integrar Otan (Foto: REUTERS/Carlos Barria)

GGN - A promessa do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, feita ao chefe do governo brasileiro, Jair Bolsonaro, de que trabalharia para fazer o Brasil um membro pleno da Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte), aliança militar liderada por Washington, foi um blefe. Pelo menos é o que indica uma mensagem divulgada nesta sexta-feira (3) pelo professor da Johns Hopkins e consultor sênior do Programa Latino-Americano da Wilson Center, Benjamin Gedan.

“O Brasil, convidado pelo presidente Trump em março para ingressar na Otan, ‘não tem elegibilidade’, disse sua vice-secretária geral, Rose Gottemoeller, no @CFR_org, citando o Artigo 10, e o nome da OTAN”, publicou via Twitter.

A promessa de Trump aconteceu no dia 19 de março, durante um almoço com ministros brasileiros e Bolsonaro, em sua visita oficial aos Estados Unidos. No mesmo dia, o presidente norte-americano reafirmou a possibilidade em entrevista coletiva no jardim da Casa Branca.

Leia a íntegra da matéria no GGN.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247